19 agosto, 2012

Como colocar Pasta Térmica em um processador de forma correta!

Athlon com "bastante" pasta térmica
Dias atrás recebi um computador na Oficina, e o cliente dizia que o mesmo não inicializava, ou melhor, desligava alguns segundos após liga-lo.

Bom, então comecei a executar o serviço.
Todas as vezes que inicio um trabalho em um computador Desktop, começo por uma limpeza interna completa (retiro a poeira com aspirador, ou compressão de ar. Substituo a pasta térmica. Faço limpeza nas memórias, etc). E sempre verifico as ventoinhas se estão girando de forma correta (rotação e ruído).

Neste caso específico, quando removi o cooler/dissipador do processador, fiquei surpreso no que vi. Foi exatamente a imagem acima, no início desse post.

Dá pra assustar qualquer profissional de informática, não é mesmo? Honestamente, eu não sabia se ria ou se chorava, pois trabalhando a mais de 10 anos nessa área, essa foi a primeira vez que tinha visto algo do gênero... rsrs

Diante desse caso, me lembrei de outras duas situações inusitadas que passaram por aqui:

Me lembro de um vizinho que tive, resolveu ser "técnico de computadores"... fez um curso ali, olhou daqui,  pegou uma dica de lá, e pronto, em poucos dias começou a aventurar na área (interessante que ele associou sua principal profissão de Pedreiro Pintor de casas, e passou a oferecer um "aperitivo" a mais aos seus clientes: manutenção em computadores).

Bom de conversa, até que ele conseguia montar algumas máquinas antigas e vender para algum conhecido. E foi numa dessas que ele montou uma CPU (usada) pra vender. Era um computador antigo, Duron, com 512MB de memória, etc. Mas ele chegou na minha Oficina alegando que montou o PC, e que passado alguns minutos o mesmo parou de funcionar. E lá fui eu tentar descobrir o que tinha ocorrido. Quando abri o computador e retirei o cooler/dissipador do processador, de "cara" vi o defeito: FALTAVA PASTA TÉRMICA NO PROCESSADOR, ou seja, estava totalmente seco. Com isso a "cabeça" do processador "explodiu".
O mais interessante é que ele não sabia que havia essa necessidade. Desconhecia totalmente dessa tal pasta térmica. Passei a dica onde adquirir e como usá-la. Nunca mais ele teve problema semelhante (não que eu saiba).

Me lembro também de um outro caso, que o cliente (usuário comum), se achando sabido demais, foi fazer a manutenção em seu próprio PC... e chegou aqui alegando que fez tudo direitinho (limpeza completa), mas o computador depois de algum tempo, travava. Lá fui eu direto removendo o cooler/dissipador do processador, e olhei estava branquinho encima da cabeça do processador, isto é, tinha uma "pasta" indicando que aparentemente estava tudo ok... mas me aproximando, respirei e comecei a sentir um cheiro de "pasta de dente". Perguntei ele "o que colocou ali?". Ele  respondeu "ué, pasta de dente. Afinal não era o que estava lá aquela coisa branquinha?". Eu não suportei e comecei a rir...

Veja abaixo (nesse vídeo) como é simples colocar pasta térmica em processadores. No exemplo um processador AMD (Athlon), que está em desuso, porém é um dos mais críticos no quesito "temperatura", não aceitando de forma alguma a ausência de pasta térmica:



Com essa informação, espero ter ajudado!
Deixe seu comentário, sugestão, crítica nos comentários abaixo. Nós apreciamos todos eles!
Até a próxima.

!!! ATENÇÃO !!!
Temos Pasta Térmica em seringa para venda. Veja no link abaixo:

Nenhum comentário: